sexta-feira, 27 de maio de 2011

Era tudo o que eu queria agora!


Nunca ouvia nem lia histórias, mas nem precisava. Na minha cabeça um mundo invisível de reis e rainhas, cavaleiros e guerreiros entrava e saía numa rapidez incrível. Havia hora que nem eu sabia o que era da minha criação e o que era da vida mesmo. Um dia, um bardo levou-me a reputação. Quis atirar-me sob as rochas, mas o mar era tão verde e profundo que me encantei. Virei sereia. Jamais saía de minha concha. Até avistar um jovem em explosão com o mar. Seria eu tão imaterial assim para não perceber a fúria com que ele guiava as ondas?
Minha cabeça procurava em vão entre as espumas os caminhos para onde os braços nadavam, mas nunca os encontrava. Um dia o alcanço!
Já era fim de tarde. Um majestoso sol laranja vigiava a areia e as pedras. Nenhum cavalo corria havia muito (séculos?). Na ponta da praia, uma prancha fixava-se em pé, escondendo os braços que venciam o mar.
De minha concha, reconheci, ao longe, o homem. Agora, tinha um nome que os pescadores gritavam toda vida que ele passava rente às jangadas: Lá vai o surfista!

 *  *  *


Imagem: Pesquisa Google: www.comperjagenda21.com.br

* * *


29 comentários:

Esoj.Otrebor disse...

Muito bonito. Gostas mesmo do mar?
É realmente encantador: A morada de Poseidon. Na verdade lindo o seu texto. Parabéns.
Sim, olha no meu blog que tipo de livro vc é(clique no link e pronto) responda as perguntas e saberá. Estou no Recanto das Letras como: tigre Branco.

♥cinderela♥ disse...

Lindo post.
Beijos meus !

Allan Pitz disse...

Estou por aqui tb!

Abraços.

AFRICA EM POESIA disse...

Pedra do Sertão...

foi bom ver a beleza que aqui está...

beijosssssssssssssss



INSPIRAÇÃO



A vida inspira-nos...

Ao Amor...

Ao querer...

Ao estar...

E nesta inspiração...

Ficamos...

Mais ricos...

Mais leves

Mais esperançados...


Por isso inspiro-me...

E sinto que...

Valeu a pena...

Pois assim...

Sinto-me feliz...


E com inspiração...


O mundo rola...

O mundo brilha...

O mundo deixa-me

Um presente de inspiração...

Uma cesta

Cheia de Paz...

De amizade...

E de amigos...


Por isso eu...

Continuo inspirar-me!



LILI LARANJO

AFRICA EM POESIA disse...

Pedra do Sertão...

foi bom ver a beleza que aqui está...

beijosssssssssssssss



INSPIRAÇÃO



A vida inspira-nos...

Ao Amor...

Ao querer...

Ao estar...

E nesta inspiração...

Ficamos...

Mais ricos...

Mais leves

Mais esperançados...


Por isso inspiro-me...

E sinto que...

Valeu a pena...

Pois assim...

Sinto-me feliz...


E com inspiração...


O mundo rola...

O mundo brilha...

O mundo deixa-me

Um presente de inspiração...

Uma cesta

Cheia de Paz...

De amizade...

E de amigos...


Por isso eu...

Continuo inspirar-me!



LILI LARANJO

AFRICA EM POESIA disse...

Pedra do Sertão...

foi bom ver a beleza que aqui está...

beijosssssssssssssss



INSPIRAÇÃO



A vida inspira-nos...

Ao Amor...

Ao querer...

Ao estar...

E nesta inspiração...

Ficamos...

Mais ricos...

Mais leves

Mais esperançados...


Por isso inspiro-me...

E sinto que...

Valeu a pena...

Pois assim...

Sinto-me feliz...


E com inspiração...


O mundo rola...

O mundo brilha...

O mundo deixa-me

Um presente de inspiração...

Uma cesta

Cheia de Paz...

De amizade...

E de amigos...


Por isso eu...

Continuo inspirar-me!



LILI LARANJO

AFRICA EM POESIA disse...

Pedra do Sertão...

foi bom ver a beleza que aqui está...

beijosssssssssssssss



INSPIRAÇÃO



A vida inspira-nos...

Ao Amor...

Ao querer...

Ao estar...

E nesta inspiração...

Ficamos...

Mais ricos...

Mais leves

Mais esperançados...


Por isso inspiro-me...

E sinto que...

Valeu a pena...

Pois assim...

Sinto-me feliz...


E com inspiração...


O mundo rola...

O mundo brilha...

O mundo deixa-me

Um presente de inspiração...

Uma cesta

Cheia de Paz...

De amizade...

E de amigos...


Por isso eu...

Continuo inspirar-me!



LILI LARANJO

Um brasileiro disse...

Olá. Tudo blz? Estive por aqui. Dei uma olhadela e gostei. Muito legal e interessante. Apareça por lá. Aproveite e vote em mim nos top. Agradeço desde já. Abraços.

deia.s disse...

Gostei do teu blog, como um todo!
Seguindo-te.

http://amar-go.blogspot.com/

bjos

Pedrasnuas disse...

Haja criatividade e imaginação e não haverá mar que nos trave...

Blue disse...

Retribuindo visita e belo comentário. Obrigado.

Mas moça do Sertão, com o frio que aqui faz, difícil imaginar algum surfista querendo entrar na gélida água! É a imensidão deste nosso Brasil!

Beijo

Heat disse...

Que lindo texto.

O mar é encantador mesmo. Fiquei mto "metida" qnd escutei a musica Ana e o Mar, do Teatro Mágico. Ah, meu primeiro nome é Ana.

Obrigada por esse lindo momento com o teu texto e pelos teus comentários

Pedra do Sertão disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pedra do Sertão disse...

Blue... aqui é Natal, águas sempre mornas! isso influencia a licença poética! kkk. Belas visitas e comentários amáveis. Venham sempre!

Paulo Sempre disse...

Òh mar salgado, quanto do teu sal são, também, lágrimas de Portugal..
Beijo

Paulo
Portugal

Paulo Sempre disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Menina no Sotão disse...

Fico aqui pensando como seria o mundo sem os rótulos a nós impostos. O que seriam todas essas coisas sem o nome que agregamos a elas? rs

bacio

Evanir disse...

A amizade, nasce e cresce como flor,
mas para ela viver,devemos cultivar com amor.
Rega-la a cada amanhecer.
Manter a sinceridade sempre
Não quero sua amizade por um
unico Dia.
E sim para toda vida.
Depois da flor vem a semente.
Vamos planta-la.
Nossa amizade enraizada.
Até o fim da nossa jornada.
beijos meus,Evanir.

C.Pinho disse...

UM NEM SEI O QUÊ DE SÃO JOÃO!

Falta um nem sei o quê de São João
Em meu triste coração!

Nem que fosse uma canjica,
Uma reza, um balão,

Um pedaço de mim mesmo,
Uma cantiga, um baião!

Falta um nem sei o quê de São João
Neste triste pobretão!

Nem que fosse uma mentira,
Uma prece, uma ilusão,

Um pedaço dela mesma,
Uma trança, uma paixão!

Falta um nem sei o quê de São João
Neste pobre e infeliz coração!

Arnoldo Pimentel disse...

Que lindo texto, nos atrai pra o mar e para a fábula.Beijos

Smareis disse...

Parabéns pelo texto. Eu adoro o mar, ele sempre me encanta encanta. Gostei de conhecer seu blog. Um Abraço pra ti.

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Há palavras
que nos
inundam os pensamentos
com suas cenas
reais ou
imaginárias.

Vida plena em teus dias.

Marcelo Pirajá Sguassábia disse...

Araceli, o seu blog continua ótimo. De parabéns a autora! Um beijo e sucesso.

Malu disse...

Quanta beleza e sensibilidade num único texto!!!
Abraços

lidia-la escriba-www.deloquenosehabla.blogspot.com disse...

MI ESTIMADA POETA!UNA BELLEZA!
muchas gracias
un abrazo enorme.
lidia-la escriba

Jéssica V. Amâncio disse...

Nunca vi uma versão tão diversificada de algo tão corriqueiro.

MARILENE disse...

De repente, a beleza da realidade juntando-se à da paisagem. E um sinal inequívoco de vida no confronto do surfista com as ondas revoltas.

Bjs.

Pedra do Sertão disse...

Pois é, mas o simples cativa.

José Sousa disse...

Pedras do sertão!
Lindo o nome do blog mas mais lindo os textos que vc escreve. Adoro te ler!

Beijo grande e um bom fim de semana.