quinta-feira, 5 de abril de 2012

Poda





Escolhi as raízes podres
e as folhas amareladas
para apressar
o cheiro de vida pelas frestas dos minutos.






* Imagem: Arquivo pessoal



28 comentários:

Arnoldo Pimentel disse...

Profundos e belos versos.Beijos.

Assis Freitas disse...

e é tanto cheiro a passar, neste rio de sílabas


abraço

Heat disse...

Que poema lindooo!!

Tava meio afastada da blogsfera, mas me deparei com o seu post nos links que sigo e vim correndo ver!!

Parabéns!!

Pedra do Sertão disse...

Olá, Arnaldo, Assis e Heat...também andei bem afastada do blog...muitas tarefas no trabalho consumindo meu juízo. Foi bem triste ficar tanto tempo longe, mas nesses dias estou com uma folguinha, inclusive para visitar os amigos cativos!

Abraço,

Araceli

Fred Caju disse...

É bom podar mais que plantas às vezes.

Cris Tarcia disse...

Lindo poema, nada melhor que encontra a paz, e realmente com chocolate então perfeito.

Obrigada pela visita

Beijos

manuel marques disse...

Belíssimo.

Beijo.

castanhamecanica disse...

Saudações quem aqui posta e quem aqui visita.
É uma mensagem “ctrl V + ctrl C”, mas a causa é nobre.
Trata-se da divulgação de um serviço de prestação editorial independente e distribuição de e-books de poesia & afins. Para saber mais, visitem o sítio do projeto.

CASTANHA MECÂNICA - http://castanhamecanica.wordpress.com/

Que toda poesia seja livre!
Fred Caju

ingridmartins disse...

Muito lindo... Tenha um ótimo dia, beijo :*

Amapola disse...

Boa noite.

Lindo!
Tenha uma linda semana.

Beijos.

Pedra do Sertão disse...

Fred, Cris, Manuel, Ingrid e Amapola,

Essa semana foi bem calma mesmo, o feriado ajudou a colocar a vida em dia...

Novos ares estão chegando com o mês de abril.

Abraço

Araceli

Bruno Gaspari disse...

Parabéns pelo blog e poesia, abraço!

Pedro Luso disse...

Um belo e profundo poema.

Abraços,
Pedro.

Eduardo P.L disse...

Obrigado, minha leitora do Pé de Moça! Bom fim de semana!

Cris Tarcia disse...

Lindo poema, bom fim de semana!

Beijos

Marcelo Pirajá Sguassábia disse...

Lugar de belas e sensíveis lavras, este aqui. Um espaço privilegiado, Araceli. Aproveito também para agradecer suas visitas e comments no meu sítio. Um grande abraço pra você.

Marcelo Pirajá Sguassábia disse...

Lugar de belas e sensíveis lavras, este aqui. Um espaço privilegiado, Araceli. Aproveito também para agradecer suas visitas e comments no meu sítio. Um grande abraço pra você.

Janaina Cruz disse...

Que coisa mais bela poetisa, já tive dessas fores correndo paradas ao longo do meu quintal do passado.

Quando podamos um vegetal, é pra que ele torne se mais forte e vívido, assim devemos fazer também com a nossa história, o que não nos serve para felicidade, serve para adubar nossos mais belos sorrisos...

AC Rangel disse...

Boas escolhas.
Bons propósitos.


Rangel

Sônia Brandão disse...

Da morte desponta a vida.
Lindo isso.

bj

MARILENE disse...

Você foi perfeita. Esse é o propósito e o caminho da verdadeira poda.
Bjs.

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida
O cheiro da VIDA consegue se espremer e gerar vida por onde seja...
Lindíssimo!!!
Abraços fraternos de paz

Pedra do Sertão disse...

Ai, meus amigos leitores,

Gostei muito dos comentários desse post. Vocês dizem coisas muito boas e isso me anima mais!

Abraço

Araceli

Catherine disse...

Adeus às folhas amareladas para que as novas possam nascer! A Natureza é uma constante inspiração!

;) beijinhos, Catherine

iap disse...

..e das folhas surge terra
onde raízes repousarão

Como prometi aqui estou.
Um abraço,
Inez

iap disse...

..e das folhas surge terra
onde raízes repousarão

Como prometi aqui estou.
Um abraço,
Inez

silvioafonso disse...

.


Eu juro que não estou perdendo
o fôlego. Juro que tenho, ainda,
muito por dizer e para aprender.
Que o meu amor é tão grande e
bonito que eu precisaria renascer
a cada instante para provar o
quanto eu gosto de você.

Tô seguindo o seu blog e me fa-
ria feliz saber que você segue o
meu.

Palhaço Poeta





.

lidia-la escriba-www.deloquenosehabla.blogspot.com disse...

años sin ver este blog!no se si acaso me recurda usted!
bello e intenso trabajo!
un saludo,
lidia-la escriba, escribidora


blog actual, el mío por supuesto, pero no se si es de comentar ...me parece que no,pero bue!le cuento