terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Diálogo



Gosto mais ainda quando as palavras choram, quando cantam e encantam...

Mais ainda quando se aborrecem e se esquecem do que é medo, solidão e angústia.

Para elas, as palavras, a emoção vem com os colibris, o arco-íris e a paisagem verde. Assim, saem vibrantes, radiantes, eternas, nunca vazias.

Palavras apenas!






5 comentários:

Arnoldo Pimentel disse...

Palavras são vida.Parabéns.

Pedra do Sertão disse...

Pois é, Arnoldo,

São vida e geram vida!!!

Abraço,

Araceli

Jota Effe Esse disse...

Sábias palavras! Meu beijo.

Sônia Brandão disse...

Palavras apenas, mas tão cheias de vida...

Gostei da tua visita e também do teu blog.

Luna Blanca disse...

Nem para o céu nem para o inferno... escritores, quando morrem, vão para a eternidade.